domingo, 6 de fevereiro de 2011

O ancião e a montanha


Um ancião, diante da iminência da morte, pediu um pouco mais de tempo para realizar um único sonho que lhe restava, e que considerava por demais importante. Implorava ele, diante da "grande visita", que havia uma montanha ainda não escalada por falta de oportunidade e que agora ele estava livre para fazê-lo. A "visita" lhe disse que o que ele deixou de fazer estava no passado, pois agora seu tempo era curto demais e as forças muito pequenas. "-Mas ainda resta o desejo e a montanha me espera "- disse ele. -"Você teria que retornar, pois à sua frente só lhe resta a mim" disse a visita.

O ancião olhou para trás e vislumbrou todas as montanhas que já havia escalado: os filhos crescidos e independentes, a profissão já aposentada, viuvez, algumas doenças vencidas, alegrias, e tristezas superadas. Mas a paixão por aquela montanha ainda estava viva, por não ter sido escalada. Então ele propôs: Se você recuar um pouco, eu terei espaço para trazer a montanha até aqui, e, ficando ela entre nós, eu a escalarei e, depois, lhe encontrarei.
A visita respondeu que não precisaria recuar e que ele poderia trazer a montanha, que com certeza caberia no pouco espaço que lhe restava. Ele duvidou, mas não teve alternativa. Olhando, a montanha parecia enorme, mesmo assim ele a removeu. E, para sua surpresa, ela era tão pequenina que duas lágrimas a inundaram.

Falando como platéia.

Tenho muito respeito pelos artistas de um modo geral, pois acho que eles são seres escolhidos para tornar a nossa vida mais alegre e mais l...