Pesquisar este blog

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Mais respeito com os logistas

 Estou, falando do comerciante estabelecido, que paga impostos equivalente a 40% do que arrecada, fora despesas com administradoras de cartões de créditos, telefone, luz, aluguel, condomínio, fornecedor de mercadorias, empregados, transporte,etc. e ainda está sujeito a roubos cometidos por  pessoas disfarçadas de clientes.
Nesta época do ano é comum aparecer na mídia conselhos para o consumidor driblar os ditos vendedores espertos.  Houve época em que era proibido cobrar um valor para o preço à vista e outro para o cartão. Agora o conselho é para o consumidor pedir abatimento na compra à vista ou no débito em conta. É sabido que o vendedor paga uma percetagem às administradoras de cartão por cada venda efetuada, além do custo com os aluguéis das máquinas que fornecem os cartões. A máxima " o cliente tem sempre razão", não vale para todos.