Pesquisar este blog

domingo, 25 de janeiro de 2015

Poesia Nua

Folha Centro Sul Brasil



Todos sabem que escritores novos, sobretudo, os que se baseiam em revisionismo, em estudos críticos da história, da cultura, da filosofia, da arte em geral não tem vez com as grandes editoras e a máfia das livrarias no país que dão atenção quase que exclusiva a balélas intelectuais e a governistas.
No geral, quem não tem grana para publicar por conta própria precisa recorrer a patrocínios ou a medidas mais radicais como abaixo.
Brasil Notícias - Romper com as barreiras impostos pelo mercado editorial e com os múltiplos requisitos e exigências das iniciativas públicas e privadas de apoio à cultura. Com esse propósito, um  grupo de poetas de Brasília decidiu ir à luta.
"Após receber das editoras e editais alguns 'nãos' e vários “qualquer coisa a gente entra em contato”, 15 poetas de Brasília tomaram uma decisão inusitada: posar nus em um calendário para arrecadar fundos para publicar seus livros", escreveu a produtora do projeto, Marina Mara, no Facebook.
O projeto chama-se Poesia Nua e será lançado em Brasília no Lounge Poético, na próxima terça-feira (27), em um sarau erótico, onde os calendários serão autografados pelos “modelos”, inofrma Marina Mara.
"Os poetas do projeto têm entre 19 e 61 anos. São homens e mulheres com diferentes vivências, mas com algo especial em comum: o amor à poesia", destaca.
As artes gráficas e a produção do projeto são de Marina Mara, a poeta-pelada do mês de março que já tem um histórico em projetos inusitados de circulação de poesia pelo Brasil. Segundo Marina, “nossa poesia teve que se desnudar da burocracia do mercado literário para chegar até o leitor – e isso foi libertador.”
O calendário Poesia Nua contou com o apoio da WL Comunicação Visual, do Lotus SPA, da parceria da Mirah Fotografia e apresenta 15 ilustrações que mesclam a arte do renomado artista britânico Banksy com a fotografia das brasilienses Estefânia Dália e Sabrina Moura.
O Poesia Nua prevê, após arrecadar fundos, o lançamento de uma coletânea com 15 livretos com poemas dos poetas do projeto: Àgata Benício, André Giusti, Aurea Valentina, João Pacífico, Lindha Torres, Maísa Arantes, Mana Gi, Marina Mara, Melissa Mundim, Paula Passos, Prem Supunya, Seirabeira, Tairo Loiola, Tati Carolli e Vanderlei Costa.