sexta-feira, 27 de junho de 2014

Neurônios "espelhos" ou células "espelhos'


Entender as intenções de outros é fundamental para o comportamento social e isso está relacionado com os neurônios "espelho". E o que são neurônios "espelhos"?

São  neurônios que fazem com que você se sinta no lugar do outro. (eles ‘’espelham’’ internamente os atos que observamos)
Ex: Ver a pessoa que você tem empatia  (ou ama) em angústia,  os neurônios se ativam e isso pode gerar uma angústia enorme em você. E, para   se livrar dessa angústia, você procura ajudar aquela pessoa, de modo que a angústia dela ( e consequentemente a sua) desapareça. Quando você não gosta ou não tem empatia eles não funcionam ou não se ativam.
Tudo leva a crer que a atividade dos neurônios-espelho depende de quão bem conhecemos o que estamos vendo. Os neurônios-espelho reagem a um grande espectro de movimentos diferentes – seja quando pegamos um objeto, mordemos uma maçã, um amendoim ou chutamos uma bola.

Assista ao video para entender melhor
Os neurônios "espelhos" foram descobertos acidentalmente em 1994 pelo neurocientista Giacomo Rizzolatti, (28 de abril de 1937) que foi coordenador do grupo que descobriu os neurônios espelhos, após observarem a atividade cerebral de um macaco (através de eletrodos no cérebro) - Alguns cientistas consideram este tipo de células uma das descobertas mais importantes da neurociência da última década, acreditando que estes possam ser de importância crucial na imitação e aquisição da linguagem. A atividade desses neurônios pode ser observada nos humanos no córtex-pré motor e no lobo parietal inferior.
fonte -Scientific American Brasil

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Posicionamento incorreto dos órgãos (artigo transcrito de Ciência Hoje)



Quantos cílios são necessários
para a esquerda se distinguir da direita?
Investigação desenvolvida na Faculdade de Ciências Médicas da UNL


2014-06-17

Equipa liderada por Susana Lopes O artigo intitulado “Left-Right Organizer Flow Dynamics: How Much Cilia Activity Reliably Yields Laterality?” resultado de um trabalho de investigação desenvolvido no laboratório liderado por Susana S. Lopes, do Centro de Estudos de Doenças Crónicas da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade NOVA de Lisboa (CEDOC-FCM-NOVA), foi publicado na Developmental Cell, revista científica com reputação internacional nesta área do conhecimento (embriologia).



A equipa de investigação de Susana Lopes descobriu recentemente que a dinâmica de fluidos registada num microscópico órgão embrionário do peixe-zebra prevê se a posição dos órgãos internos, tais como o coração e o fígado, irá ser correta ou não.

O posicionamento incorrecto dos órgãos é uma doença humana rara que afecta cerca de uma em 10 000 pessoas. A origem desta doença deve-se à incorrecta motilidade ciliar.

Os cílios móveis são finíssimas projecções celulares semelhantes a cabelos que se movimentam com padrões ondulatórios e cujo o mau funcionamento leva a que este pequeno órgão embrionário também existente nos humanos e, designado por nó organizador da esquerda-direita, não cumpra a sua função.

Neste pequeno órgão acontecem fenómenos biofísicos explorados pelos investigadores que instruem o embrião sobre como organizar os seus órgãos viscerais dentro das cavidades torácica e abdominal.

Este trabalho de equipa teve três primeiros autores, dois dos quais foram estudantes de mestrado da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT-NOVA); Pedro Sampaio e Rita R. Ferreira e um terceiro investigador mexicano Dr. Adán Guerrero.

Contou ainda com a colaboração de vários investigadores entre os quais um grupo de matemáticos britânico liderado pelo Dr. David Smith da Universidade Birmingham que modelou o fenómeno observado pelos investigadores portugueses. Esta colaboração entre biólogos e matemáticos culminou na conclusão de que o organizador da esquerda-direita do peixe-zebra necessita de ter pelo menos 30 cílios móveis, com mais cílios no lado anterior, para gerar a lateralidade correta dos órgãos internos.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Aos que são contra a Copa

É evidente que a insatisfação do povo brasileiro, entalada na garganta há muito tempo e piorada nos últimos anos, tinha que desaguar agora com a realização da Copa do Mundo no Brasil. Creio que, mesmo se não houvesse esse exagero nas construções de estádios padrão Fifa, como está sendo chamado, o povo iria reclamar do mesmo jeito. Afinal não tem momento melhor para se chamar a atenção do mundo para as mazelas de um país, como o Brasil, senão através desse evento que é o futebol.
As manifestações são perfeitamente compreensivas e bem vindas, e se há exagero no comportamento é por conta dos que se aproveitam do momento para colocar a sociedade contra os que saem às ruas por justa causa. Estou falando dos infiltrantes pagos para incendiar a situação. Mas, onde estava esse povo que só agora acordou, como despertado pelas "Vuvuzelas" dos estádios? Estava conformado com a situação? Não. Estava forçosamente sem voz. A mídia, na sua maioria manipulada, não daria ouvidos para reivindicações tipo "passe livre para estudantes", que eclodiu em Junho de 2013. Acho que o recado está dado, o mundo está agora ciente que o brasileiro não é esse povo bonzinho, cordial e conformado. E seja lá quem venha governar este pais nos próximos anos terá que atentar para isso. Não há mais lugar para promessas enganosas. O povo gritou bem alto: QUEREMOS EDUCAÇÃO, SAÚDE, MOBILIDADE URBANA, SEGURANÇA. Ou seja, "queremos respeito".
Mas, como toda guerra tem seu período de trégua, vamos deixar que as Seleções das diversas partes do mundo, que aqui vão disputar o torneio mundial de futebol, sintam-se estimuladas a saiam com uma boa impressão do brasileiro que sempre foi bom anfitrião, muito embora, nem sempre tão bem recebido lá fora.
Devemos torcer pela nossa Seleção? Claro que sim. Afinal, não estamos contra os jogadores brasileiros, estamos contra as mazelas deste governo incompetente e regado a corrupção. Vamos aguardar o legado da Copa e continuar reclamando em VOZ ALTA tudo que estiver prejudicando a vida do povo brasileiro. E que ganhe o Brasil.

Museu Náutico da Bahia. Forte Santo Antonio da Barra - Farol da Barra.

Farol da Barra - Salvador -Bahia Este é o Forte de Santo Antônio da Barra, edificado no século XVI, ocupando o Sítio da Ponta do Padrã...