sábado, 26 de dezembro de 2015

Razão X Emoção e o balanço de fim de ano.


Foto google

É costume as pessoas se excederem nas festas de fim de ano, nas comidas, bebidas e nas emoções. As comidas até que são saudáveis porque são acompanhadas de frutas, nozes, castanhas, e a carne de peru é branca. Mas o problema está no excesso, principalmente das bebidas. Estas podem causar transtornos na saúde e no comportamento, sem falar na blitz do bafômetro que nessa época do ano é mais comum. A menos que se tenha um GPS para fugir dela. E, acompanhando tudo isso, tem as emoções que afloram nessa época, que é quando as pessoas se questionam de tudo que fizeram ou deixaram de fazer durante o ano, cobrando de si e dos outros e querendo compensar  de uma só vez e de diversas maneiras, seja com presentes, palavras, abraços e lágrimas. E aí quem é emotivo e propenso a uma pressão alta ou enfarte, corre riscos. Sabemos que um só dia não é suficiente para mudar toda uma situação construída ao longo da vida,  por isso o melhor conselho é encarar essas datas do nosso calendário comemorativo sem muito fermento, porque melhor que fazer balanço geral é traçar novas metas, seja em relação problemas pessoais, profissionais ou de saúde. Feliz Ano Novo.

Falando como platéia.

Tenho muito respeito pelos artistas de um modo geral, pois acho que eles são seres escolhidos para tornar a nossa vida mais alegre e mais l...