Pesquisar este blog

terça-feira, 8 de setembro de 2015

ESSAS IMAGENS CHOCARAM O MUNDO


Apesar de reconhecer que o Brasil tem problemas demais para me preocupar, já que cenas de assassinatos fazem parte de nosso cotidiano e mais de 50 mil pessoas são assassinadas por ano nesse nosso país, mesmo sem estarmos declaradamente em guerra, a imagem das duas crianças sírias afogadas doeu fundo, e vai ficar para sempre na minha mente e, acredito, que na de todos que se comoveram com essa tragédia. Isto porque não se trata de uma morte provocada por um assassino apenas, mas resultante do radicalismo insano de de um grupo terrorista, perverso, intolerante, autointitulado Estado Islâmico, que destroçou a Síria e obriga seu povo a fugir da guerra civil. Situação que se agrava pelo receio, indiferença e egoísmo humano dos que erguem muros negando socorro aos imigrantes que deixam sua pátria forçados pelo desespero, em busca de sobrevivência. Muitos em embarcações precárias, ficando à deriva e morrendo afogados vítimas de traficantes de pessoas, como esses dois inocentes Aylan e Gallip e sua mãe, cujo barco, abandonado pelo capitão, virou. Que a Europa se una para amenizar o sofrimento dessa gente, mesmo que seja provisoriamente, é o que todos esperam. Que as chocantes fotos do garoto Aylan afogado, que se espalha pelas redes sociais no mundo, sirva de símbolo para mudar a situação dos fugitivos.