Pesquisar este blog

sábado, 11 de janeiro de 2014

Dois Prêmios-Nobel importantes de Ciências em 2013


 Descoberta do Bóson (apelidada de partícula de Deus) e da Maquinaria Reguladora do Transporte Intracelular

 Este artigo poderá ser lido na sua íntegra na Revista Ciência Hoje, de Dezembro de 2013.


Prêmio Nobel em Física - Descoberta do Bóson
François Englert e PeterWare Higgs  (foto google)
  François Englert, nasceu em 1922, em Etterbeek,  na Bélgica, engenheiro com doutorado em física e professor na universidade de Bruxelas (ULB) e Peter Ware Higgs, nasceu em Newcastle upon Tyne (Inglaterra) em 1929 - graduou-se em 1950 no King's College de Londres onde se doutorou em 1954  - descobriram o chamado mecanismo Higgs-Englert-Brout.
Robert Brout, co-autor com Englert, morreu em 2011. Esse mecanismo levou a previsão do bóson de Higgs, partícula responsável por conferir massa a praticamente  todas as partículas do mundo subatômico. O mecanismo de Higgs e Englert Brout é a peça fundamental do chamado Modelo Padrão das Particulas Fundamentais e suas interações - ou simplesmente Modelo Padrão. Esse modelo descreve 3 das 4 forças (interações) da natureza: a força forte, responsável pela coesão do núcleo atômico; a força eletromagnética, envolvida no atrito e nos processos químicos e biológicos; e a força fraca ligada a certos tipos de radioatividade.
Neste Modelo Padrão não está incluído a quarta força, a da gravidade, descrita pela relatividade geral do físico alemão Albert Einstein (1879-1955) porque ainda não há certeza de qual partícula ela é 'carregada' ou transmitida. Cada uma dessas três forças é 'carregada' por uma ou mais partículas. A força eletromagnética é carregada pelo fóton;  a forte pelos glúons; a fraca pelas partículas W+, W- e Z° - Todas essas partículas carregadoras das forças são denominadas de bósons.
Ainda não se sabe para que serve o bóson recém-descoberto no que se refere ao dia a dia - apenas que sua existência é necessária para a consistência matemática do Modelo Padrão.

Prêmio Nobel em Fisiologia ou Medicina -Transporte Intracelular) 
- James Edward Rothman,, nasceu Haverhill (EUA) em 1950, graduou-se em física na Universidade Yale, em 1971, e completou o doutorado em quimica biológica na Universidade de Harvard.
-Randy Wayne Schekman nasceu em Saint Paul (EUA) em 1948, biólogo molecular (1971) pela Universidade da Califórnia (Los Angeles) e doutor pela Universidade de Stanford.
-Thomas Christian Südhof nasceu em Göttingen, na Alemanha, em 1955, médico. Estudou medicina nas Universidades de RWTH, Aachen, Harvard e de Göttingen  com doutorado no Instituto Max Planck em quimica e biofísica. 
Esses três cientistas descobriram a maquinaria que regula o tráfego vesicular, que é um sistema importante de transporte em nossa célula. A descoberta dos três ganhadores tiveram um impacto sem precedentes no entendimento de como as células eucarióticas controlam o transporte de biomoléculas para locais precisos dentro e fora das células. Através dessas descobertas novas questões surgiram e tem ajudado a entender o funcionamento de processos importantes, desde o armazenamento de nutrientes nas sementes de plantas e a liberação controlada de insulina pelas células do pâncreas até como o HIV usa células humanas para fabricar novos vírus. A importância desse trabalho na ciência médica básica é sem dúvida estimulador por trazer entendimento dos mecanismos que governam o funcionamento de células e organismos, bem como suas interações com o meio que os rodeia,
sem o apelo comercial de cura de doenças.